“Pedi aos ministros do Interior para declarar as zonas afetadas (…) em estado de catástrofe natural”, escreveu a presidente Michelle Bachelet na sua conta na rede social Twitter.

Esta medida envolve a região de O’Higgins e Maule, situada no meio do país, um longo retângulo, entalado entre os Andes e o Oceano Pacífico.

O estado de emergência agrícola também foi decretado nas zonas onde os agricultores viram os seus campos devorados pelas chamas.

O estado de catástrofe natural e de emergência agrícola permite mobilizar meios de socorro complementares e aceder a ajudas do Estado.

As fortes temperaturas que se fazem sentir nesta parte do país estão a favorecer a propagação dos incêndios.

Na semana passada, o Governo chileno tinha decretado “o estado de exceção por catástrofe” no território da comuna de Valparaíso, devido a uma série de incêndios florestais.

Vários incêndios começaram devido a uma seca persistente, a temperaturas elevadas e um vento forte proveniente do Pacífico, fatores a que se juntam as dificuldades resultantes da topografia particular da cidade, envolvida por 44 colinas.

Em 2 de janeiro, as chamas destruíram nesta cidade costeira mais de 200 habitações e provocaram ferimentos em 20 pessoas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.