O projeto de resolução, da iniciativa do Bloco de Esquerda, foi aprovado com os votos de todas as bancadas, exceto do partido do Governo, o PS, que se absteve.

No texto, recomenda-se “ao Governo que alargue a todos os concelhos significativamente atingidos pelos incêndios de verão medidas de apoio iguais às aplicáveis aos concelhos atingidos pelos incêndios de Pedrógão e pelos incêndios de meados de outubro”.

Os bloquistas assinalam o “saldo trágico” de mortes, mais de 100, nos incêndios de junho e outubro, que destruíram 480 hectares de território, mas assinalaram que nos restantes meses arderam mais 250 mil hectares, “deixando devastados alguns concelhos, como o de Mação”.

O BE sugere ao executivo que, por exemplo, sejam dados apoios aos cidadãos para “apoio à reconstituição ou reposição do potencial produtivo, independentemente de a sua atividade ser agrícola ou não, até ao montante de 1.053 euros ou superior”.

“Não se trata, obviamente, de ‘dar tudo a todo a gente’, mas de cuidar de forma igual quem, em resultado da tragédia dos incêndios, vive dificuldades semelhantes e de idêntica dimensão”, lê-se no texto.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.