Em comunicado, a PJ de Vila Real explicou que deteve um homem de 62 anos, agricultor, “fortemente indiciado” de ter ateado um incêndio em área florestal na localidade de Tourém, em Montalegre, no distrito de Vila Real.

O incêndio aconteceu em 29 de abril e consumiu área de mancha florestal constituída por mato e pinheiro bravo.

“O foco de incêndio colocou em perigo uma vasta mancha florestal, constituída por mato e povoamento de pinheiro bravo, de valor consideravelmente elevado, que apenas não foi consumida devido à rápida intervenção dos bombeiros”, explica ainda.

A PJ anunciou também hoje, em comunicado, a identificação e detenção de um homem de 68 anos, agricultor, suspeito de ter ateado um incêndio em área florestal na localidade de Ponteira, em Montalegre.

Este incêndio ocorreu em 22 de fevereiro e consumiu área de mancha florestal constituída, maioritariamente, por mato e pinheiro bravo, “de valor consideravelmente elevado”.

Os dois detidos vão ser presentes a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas, acrescentam os comunicados.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.