Em comunicado enviado à agência Lusa, a ANPC justifica a medida com a necessidade de divulgação de informação completa e atualizada em matéria de incêndios rurais e diz que a mesma também liberta “os comandantes das operações de socorro para se concentrarem no essencial que é a conduta das operações de proteção civil nos vários teatros de operações”.

Especifica a Autoridade que os encontros com a imprensa para fazer um ponto da situação acontecem às 09:00 e às 19:00, na sede da ANPC (Carnaxide), e que às terças-feiras o comandante operacional nacional, Rui Esteves, fará um ponto da situação mais alargado.

“Fora destes horários, os jornalistas poderão acompanhar a informação atualizada sobre os incêndios rurais em www.prociv.pt, através de contacto com o Oficial de Operações e Emergências (OFOPE) do Comando Nacional de Operações de Socorro ou a assessoria de imprensa da ANPC”, adianta o comunicado.

A ANPC explica que visa assim “disponibilizar em contínuo informação operacional aos jornalistas, de modo a poderem realizar o seu trabalho com o máximo rigor e eficiência”, deixando implícito que os comandantes das operações de socorro não disponibilizarão informação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.