Não há registo de vítimas ou danos.

O ataque fez as sirenes soarem em Telavive e nas cidades vizinhas.

"Ao início da noite, as sirenes soaram em Telavive depois de dois mísseis terem sido lançados a partir da Faixa de Gaza em Israel", comunicaram as forças de defesa israelitas.

"Os sistemas de alerta funcionaram normalmente, mas não se fez qualquer interceção com os  sistemas de defesa aérea", informou o Exército.

Esta é a primeira vez que as sirenes soam na cidade desde os confrontos entre as forças radicais palestinianas do Hamas e Israel em 2014, lembra a Reuters.

O Hamas já veio negar o envolvimento no ataque de hoje.

O presidente da Câmara de Telavive, Ron Huldai, disse à televisão estatal, de acordo com a agência France-Presse, que um dos mísseis "aparentemente caiu no mar e o outro nalgum lugar, mas não na cidade".

Segundo a televisão estatal, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, que acumula o cargo de ministro da Defesa, convocou uma reunião do gabinete de segurança.

*Com agências

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.