“Conforme as recomendações dos órgãos de segurança, foi decidido retomar o fornecimento de combustível”, segundo um comunicado do ministério.

No domingo, o ministro da Defesa israelita tinha ordenado a reabertura da passagem para as pessoas e a relativa às mercadorias com a Faixa de Gaza, que estavam encerradas há quatro dias depois de um roquete ter sido disparado do enclave palestiniano, que está submetido a um apertado bloqueio israelita desde há mais de dez anos.

A decisão israelita resultou “da atenuação dos acontecimentos violentos em Gaza durante o fim de semana e aos esforços do Hamas para travar” os manifestantes, explicou o ministério.

O carburante, fornecido pelo Qatar, deve permitir reforçar a produção da central elétrica do enclave e possibilitar aumentar o abastecimento de eletricidade em Gaza, cujos habitantes a recebem apenas durante quatro horas por dia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.