A jornalista russa Marina Ovsyannikova, que tornou-se famosa por ter interrompido um telejornal de um canal estatal do seu país, com um cartaz que protestava contra a ofensiva russa na Ucrânia, foi detida nesta quarta-feira (10) por ter "desacreditado" o exército, informou o seu advogado.

"Estamos neste momento com os investigadores. Um inquérito foi aberto contra Ovsiannikova por divulgação de informações falsas sobre o exército russo", declarou à AFP o advogado Dmitri Zakhvatov.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.