"Com infinita tristeza comunicamos que José Padilla faleceu em paz, enquanto dormia no domingo na sua querida ilha de Ibiza", informou uma mensagem publicada na segunda-feira à noite em sua página do Facebook.

Nascido em Barcelona em dezembro de 1955, Padilla mudou-se com 20 anos para Ibiza, onde iniciou a carreira como DJ, que rendeu inclusive uma indicação aos Grammys Latinos de melhor álbum de música instrumental em 2002.

A sua fama explodiu na década de 1990, quando se tornou o DJ residente no 'Café del Mar', um dos locais mais conhecidos da ilha.

Padilla tornou-se um dos músicos de maior do destaque do estilo "chill-out", composições ambientais que acompanhavam os jovens que se reuniam a cada verão neste local situado na cidade turística de Sant Antoni de Portmany.

"O pôr do sol em Ibiza nunca mais será o mesmo sem ele", afirma a mensagem publicada no Facebook por amigos e familiares.

Como o próprio José Padilla explicou nesta rede social, em julho foi diagnosticado com um cancro do cólon, ao qual foi operado em agosto.

Nas últimas mensagens, o DJ informou que estava a passar por dificuldades depois de cinco meses sem rendimentos devido ao cancelamento de eventos provocado pela pandemia e pediu doações aos fãs.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.