A solução encontrada pela junta de freguesia surge depois de os CTT terem anunciado a intenção de encerrarem a estação de correios da Vila de Camarate, situação que originou bastantes críticas por parte da Câmara Municipal de Loures (distrito de Lisboa) e dos utentes daquele serviço.

“Trata-se de uma das estações que a empresa anunciou fechar no início deste ano e que só se manteve até agora em funcionamento porque a Junta de Freguesia de Camarate, Unhos e Apelação assumiu o compromisso de assegurar estes serviços”, sublinha a autarquia em comunicado.

A nota refere ainda que, além do contrato estabelecido entre os CTT e a autarquia para a gestão da estação de Camarate, será ainda inaugurado um novo posto na delegação da Junta de Freguesia em Unhos, à semelhança dos que já existem nas localidades da Apelação e dos Fetais, assegurando a prestação deste serviço a cerca de 35 mil habitantes.

No entanto, em declarações à agência Lusa, a porta voz da Comissão de Utentes dos Serviços Públicos desta União de Freguesias, Fernanda Santos, ressalvou que esta decisão não é a que melhor irá servir os interesses da população da zona oriental do concelho.

“Face ao que foi sendo dito esta solução era expectável, no entanto não nos agrada. Continuamos a defender que o serviço postal deveria ser assegurado pelos CTT e a considerar que o custo envolvido nesta decisão lesa os interesses dos utentes e as contas da freguesia”, apontou.

Os CTT confirmaram a 02 de janeiro o fecho de 22 lojas.

Dessa lista de 22 lojas fazem parte, além da de Camarate, Junqueira (Lisboa), Avenida (Loulé), Universidade (Aveiro), Termas de São Vicente (Penafiel), Socorro (Lisboa), Riba de Ave (Vila Nova de Famalicão), Paços de Brandão (Santa Maria da Feira), Lavradio (Barreiro), Galiza (Porto), Freamunde (Paços de Ferreira), Filipa de Lencastre (Sintra), Olaias (Lisboa), Camarate (Loures), Calheta (Ponta Delgada), Barrosinhas (Águeda), Asprela (Porto), Areosa (Gondomar), Araucária (Vila Real), Alpiarça, Alferrarede (Abrantes), Aldeia de Paio Pires (Seixal) e Arco da Calheta (Calheta, na Madeira).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.