A reação surgiu após ter sido questionado pelos jornalistas, no início das celebrações da Festa do Pontal, em relação às notícias de que haveria compromissos diferentes, conforme cada candidato.

“Todos os candidatos assinaram um compromisso a afirmar que, ao contrário do que a lei obriga, se formos condenados em primeira instância, suspendemos os lugares políticos”, afirmou Rui Rio.

O compromisso inclui também uma demissão quando o caso transite em julgado. O líder social-democrata defende que não é uma suspensão da presunção de inocência, mas sim um compromisso para trazer mais confiança com o eleitor.

As acusações traduzem-se, muitas vezes, em condenações públicas, algo que “se assiste nas bancas de jornais”, afirmou Rui Rio, acrescentando que é uma atitude “totalmente intolerável num estado democrático”.

Este sábado, a vila de Monchique é palco da Festa do Pontal, momento que reúne a família social-democrata no sul do pais.

As intervenções políticas estão marcadas para as 18:00 no Largo do Mirante em Monchique, onde serão apresentados os cabeças de listas do PSD, estando previstos discursos de Luís Grade, presidente da concelhia de Monchique, do presidente da Câmara Municipal de Monchique Rui André, de Bárbara Correia (JSD), do deputado algarvio Cristóvão Norte e de Rui Rio.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.