“Robert Mugabe tem uma imagem histórica dúplice”, disse, em declarações à Lusa, o coordenador de Estudos Estratégicos e do Desenvolvimento do Instituto Marquês de Valle Flôr (IMVF) e investigador do Centro de Estudos Internacionais do ISCTE/IUL.

“Por um lado, é um herói da luta de libertação nacional. Sem dúvida. Foi considerado internacionalmente – foi inclusivamente candidato ao Prémio Nobel da Paz em 1981 – unanimemente, na primeira metade da sua governação, como um líder exemplo em África por parte do mundo ocidental”, recordou o investigador.

A partir do final dos anos 1990 e até à sua morte, porém, Mugabe assumiu “a sua natureza mais ditatorial”, através de “conjunto de medidas”, e “acaba morrendo com esta aura de ditador africano”, disse o coordenador do IMVF.

“Quando estamos na África Austral, em países como Moçambique, por exemplo, ou como a África do Sul, vamos encontrar um posicionamento relativamente ao Zimbabué altamente contraditório”, apontou.

“Dentro de Moçambique, há muita gente que olha para Mugabe com um grande sentimento de gratidão. Por um lado, sem dúvida, a Frelimo e o Governo de Moçambique apoiaram-no na luta de libertação contra a Rodésia do Sul na década de 70, mas depois, quando houve a guerra civil em Moçambique com a Renamo, as tropas de Mugabe apoiaram a Frelimo e o Governo da Frelimo em todo o corredor ferroviário da Beira, com homens armados”, recordou o investigador.

“O que vamos encontrar é que esta leitura que se faz nos media ocidentais sobre o Mugabe, uma personagem de opereta, um ditador, etc., é uma leitura demasiado simplista”, concluiu Fernando Jorge Cardoso.

O ex-Presidente do Zimbabué Robert Mugabe morreu hoje aos 95 anos, cerca de dois anos após renunciar ao cargo que ocupou durante 37 anos, anunciou o atual chefe de Estado, Emmerson Mnangagwa.

Mugabe morreu num hospital em Singapura, rodeado pela sua família e pela sua mulher, Grace.

O ex-Presidente do Zimbabué estava a receber tratamento médico na cidade asiática há cinco meses.

Mugabe nasceu em 21 de fevereiro de 1924. Na década de 1970 liderou uma campanha de guerrilha contra o Governo da ex-colónia britânica.

Em 1979, a então primeira-ministra britânica Margaret Thatcher anunciou que o Reino Unido reconheceria oficialmente a independência da Rodésia, como era designado naquela altura o país. Mugabe foi eleito primeiro-ministro no ano seguinte.

Robert Mugabe deteve o poder no Zimbábue durante 37 anos, antes de ser derrubado num golpe de Estado em novembro de 2017, tendo sido substituído por Emmerson Mnangagwa, então seu vice-Presidente.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.