Em entrevista à agência Lusa, Ana Catarina Mendes foi questionada se está disponível para encabeçar a lista europeia do PS, mas responde que, neste momento, essa questão não está em cima da mesa.

"Desempenho com grande gosto o cargo de secretária-geral adjunta do PS. Neste momento, [essa questão] não está em cima da mesa. Estou neste momento concentrada em ser secretária-geral adjunta do PS e em ganhar as eleições europeias, as legislativas e as regionais da Madeira", declara.

Ana Catarina Mendes refere, depois, que no dia 16 de fevereiro o PS fará a sua convenção sobre a Europa.

"Nessa altura, todos os portugueses conhecerão quem são os nossos candidatos ao Parlamento Europeu", adianta.

Interrogada sobre qual o resultado que o PS considera um triunfo nas eleições europeias, a secretária-geral adjunta do PS sustenta que uma vitória "é sempre ter mais votos".

"Estamos absolutamente apostados nestas eleições europeias, olhamos para o rumo da Europa com uma certa preocupação. A saída do Reino Unido é uma preocupação para todos nós, o crescimento da extrema-direita é uma preocupação que temos de ter e os socialistas têm de estar mobilizados para continuarem a afirmar o projeto de solidariedade, de coesão social e de paz que queremos na Europa", salienta.

Apesar da insistência para que defina uma meta eleitoral, Ana Catarina Mendes apenas diz que acredita que "os cidadãos vão confiar" nos socialistas e que "o PS vai ter uma grande vitória".

"Nunca faço previsões dessa natureza. O PS está apostado em ganhar as eleições e confiante que as ganhará", acrescenta.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.