Segundo nota da editora, trata-se de “um relato biográfico, emotivo e autêntico, que percorre a carreira de jornalista do autor e os meses de confronto e choque desde que acrescentou uma palavra à sua vida: ‘cancro’”.

“Há palavras que se tornam estigmas, condenações, tabuletas na testa de quem subitamente é forçado a viver com elas. Mais de 30 anos de jornalismo, a conviver todos os dias com palavras e os seus significados, podem ainda assim deixar de fora esta ideia, na premissa de que as palavras são todas iguais, saem direitinhas no ecrã do computador, e mais perfeitas ainda na impressão do jornal, ou na paginação fria do ‘tablet’. Não são e essa foi a primeira surpresa que tive”, escreve Pedro Rolo Duarte.

O livro é apresentado pelo publicitário Edson Athayde, pelo escritor Miguel Esteves Cardoso e pelos jornalistas Sónia Morais Santos e João Gobern.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.