"Os EUA propuseram que iniciemos uma nova etapa de diálogo com novos canais de comunicação e um conjunto de encontros de alto nível de forma imediata, e eu disse à chanceler: 'aprovado'. Vamos iniciar esta série de encontros de alto nível, estou de acordo", afirmou Maduro, num ato oficial transmitido em rede nacional.

O presidente venezuelano disse estar "pronto para nomear embaixadores e regularizar as relações" entre os dois países, cujos governos retiraram os seus embaixadores em 2010. Maduro informou que o encontro durou 40 minutos e foi pedido pelo governo americano. "Foi uma reunião respeitosa, na qual nós exigimos ao governo dos Estados Unidos respeito pela independência da Venezuela, pela soberania da Venezuela", acrescentou.

Na reunião, Kerry e Rodríguez acertaram que o vice-secretário de Estado Thomas Shannon visitará a Venezuela muito em breve para avançar com um diálogo bilateral, informou o diplomata americano. Perante a Assembleia Geral da OEA, Kerry fez um apelo à libertação dos "presos políticos" venezuelanos, ao respeito à liberdade de expressão e ao alívio à escassez de alimentos e medicamentos que o país sofre, ao que Rodríguez respondeu, irritada, que "os assuntos internos da Venezuela, resolvem-nos os venezuelanos".

Após reunir com Delcy Rodríguez, o secretário de Estado disse à imprensa: "conversamos sobre o referendo revogatório (...), tratamos de dizer que eles devem responder de modo a mostrar abertura e respeito pela sua própria lei". "Não queremos uma suspensão, não acreditamos que isto seja construtivo" para a Venezuela. "Acredito que é mais construtivo dialogar do que isolar".

Caracas e Washington têm uma longa lista de conflitos, nos quais a Venezuela acusa os Estados Unidos de "intervencionismo imperialista", enquanto a Casa Branca acusa funcionários do governo venezuelano de violar os direitos humanos. Apesar do enfrentamento político, os Estados Unidos são os principais compradores do petróleo da Venezuela, que em 2015 exportou para o mercado americano 830.000 barris diários de crude e derivados. 

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.