No Nepal, o país mais afetado, as chuvas torrenciais da monção anual destruíram milhares de habitações, mataram animais e obrigaram à deslocação de habitantes.

“Segundo as últimas informações, 91 pessoas morreram em diferentes distritos, 25 ficaram feridas e 38 estão desaparecidas”, disse o ministro do Interior nepalês, em comunicado.

O Terraï, região de planícies densamente povoadas no sul do Nepal, pagou até ao momento o maior preço das chuvas torrenciais da monção. Esta é a região mais fértil do país e as repercussões económicas poderão ser igualmente graves.

Na vizinha Índia, as autoridades indicaram que morreram 81 pessoas no país, principalmente no nordeste.

O Bangladesh já identificou 29 mortos e 1,5 milhões de deslocados, segundo indicou à AFP o chefe do Departamento de Gestão de Catástrofes.

Na reserva natural de Chitwan, no Nepal, as chuvas mataram um raro rinoceronte unicórnio, uma espécie protegida

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.