Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa disse à Lusa que cinco pessoas foram assistidas na sequência do incêndio, mas há a considerar apenas dois feridos, que são “um civil e um bombeiro”, que sofreram ferimentos ligeiros e foram transportados para o hospital.

Apesar de o incêndio já estar “em conclusão”, pelas 19:30 estavam no local 81 bombeiros, apoiados por 28 veículos, segundo informação disponível no ‘site’ da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

O fogo deflagrou pelas 17:00 no “edifício 51 da Quinta da Fonte”, na localidade de Paços de Arcos, informou à Lusa fonte da Câmara Municipal de Oeiras, adiantando que a zona que ardeu foi de escritórios, “que estava em obras”, e foi possível preservar a parte da restauração.

Segundo a autarquia, o incêndio mobilizou as sete corporações de bombeiros do concelho de Oeiras.

Sobre as causas do incêndio neste “edifício de multisserviços”, o CDOS de Lisboa e Câmara Municipal de Oeiras não dispõem de informação, referindo que a ocorrência vai ser investigada.

(Notícia atualizada às 19h46)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.