De acordo com a fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda, as chamas, que foram combatidas por mais de uma centena e meia de operacionais de Portugal e de Espanha, apoiados por cerca de meia centena de veículos e por meios aéreos, foram dadas como dominadas pelas 20:30.

Em território português, o fogo lavrou numa zona de pinhal, na freguesia de Vale de Espinho, no concelho de Sabugal (distrito da Guarda), atingindo a Reserva Natural Serra da Malcata.

Para além dos Bombeiros de Soito, Sabugal, Gonçalo, Manteigas, Almeida, Guarda, Fornos de Algodres, Penamacor, Vila Franca das Naves, Folgosinho, São Romão, Melo, Loriga, Famalicão, Gouveia e Seia e de Espanha, também foram mobilizados operacionais e meios do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Pelas 21:00 mantinham-se no terreno, em trabalhos de rescaldo, 153 operacionais, apoiados por 46 veículos dos dois países.

(Notícia atualizada às 21h38)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.