De acordo com um relatório do Ministério da Saúde de Angola, a que a agência Lusa teve hoje acesso, aquele país lusófono registou em 2018 um total de 3.007.111 casos de malária.

Contudo, esta estatística demonstra uma significativa redução do total de óbitos, comparativamente a 2017, ano em que o país registou 13.967 mortes, entre um total de 4.500.221 casos.

A malária é a principal causa de morte por doenças em Angola, e igualmente de internamentos hospitalares e ausências escolares ou do trabalho.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.