Ao lado de Marcelo Rebelo de Sousa, durante todo o percurso, caótico e ziguezagueante, pelos perto de 300 quiosques e estruturas a serem ultimadas, esteve a deputada, vice-presidente, vereadora municipal e candidata do PSD à Câmara Municipal de Lisboa, "por mera casualidade", disse a própria à agência Lusa.

"Sou também cidadã de Lisboa. Adoro a feira e vim ver porque soube que já estava quase tudo montado... até para dar o exemplo aos meus alunos", continuou a dirigente social-democrata.

Marcelo Rebelo de Sousa, questionado sobre a presença da candidata autárquica do PSD na sua comitiva, justificou-a com o facto de Portugal ser "um país livre".

"Deve ter sabido que eu vinha. Apareceu, não direi no início, mas a certa altura do percurso. Isto é um país livre. Ela, aliás, é vereadora, salvo erro, da Câmara Municipal de Lisboa", afirmou o chefe de Estado.

Ao longo da visita ao recinto do certame que se vai estender entre 01 e 18 de junho, Marcelo Rebelo de Sousa foi prometendo voltar, a 14 de junho, com familiares e amigos, para contribuir para que o número de visitantes ascenda a um milhão.

"Este ano tem de se aproximar de um milhão. Eu contribuirei logo que regresse dos Açores", prometeu, desejando "vir com mais calma e menos Comunicação Social".

O Presidente da República viaja na quinta-feira para uma visita de seis dias à Região Autónoma dos Açores.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.