A mesma fonte adiantou que a forte chuva que se fez sentir na zona metropolitana de Lisboa levou a restrições da circulação automóvel com o corte temporário de algumas vias, nomeadamente na capital, Sintra, Oeiras, Cascais e Vila Franca de Xira.

Segundo a PSP, as inundações foram a principal causa do corte das vias, mas registaram-se ainda situações de restrições ao trânsito relacionadas com queda de árvores e deslizamento de terras.

A fonte indicou também que a PSP começou a receber as primeiras chamadas de alerta para ocorrências relacionadas com o mau tempo a partir das 10:20 e foram sobretudo relacionadas com inundações.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou até às 16:00 213 ocorrências de inundações no distrito de Lisboa.

Segundo a ANPC, os concelhos mais afetados são Sintra, Cascais e Lisboa, mas não estão incluídos os efeitos provocados pela chuva na capital, que são da responsabilidade do Regimento de Sapadores de Bombeiros.

A página da internet do Regimento de Sapadores de Bombeiros indicava que a chuva intensa provocou mais de 150 inundações na cidade de Lisboa.

A Proteção Civil dá ainda conta, no distrito de Lisboa, de danos materiais devido às inundações em garagens e caves, bem como de casos de carros que ficaram submersos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.