Ao início do dia de hoje, segundo a GNR, estavam cortadas na Guarda a estrada nacional 339, entre os quilómetros 11 e 21 (Seia), e a nacional 338, entre os quilómetros 20 e 30 (Seia). No concelho de Gouveia, a nacional 339 também está cortada entre o quilómetro zero e o 06, sendo as alternativas a A23 e a nacional 17. A mesma estrada nacional também está cortada no distrito de Castelo Branco, no concelho da Covilhã, entre o quilómetro 20 e o 32.

No distrito de Vila Real, a nacional 103 estava condicionada em Montalegre ao quilómetro 116, enquanto a estrada regional 212 estava cortada ao quilómetro 135 na zona de Chaves, sendo a alternativa a nacional 02. Já no distrito de Viseu, a estrada nacional 321 está cortada entre os quilómetros 38 e 45 na zona de Cinfães, sendo a alternativa a nacional 222, por Resende, e a 225, por Nespereira. Além das estradas nacionais, a neve está também a afetar a circulação em algumas estradas municipais naqueles distritos, referiu a GNR.

“Temos várias estradas cortadas, mas no que diz respeito a Autoestrada 24 (A24), que esteve intransitável, já foi reaberta. Temos também a Estrada Nacional 5, cortada junto a Amarante também devido à neve”, disse uma fonte da GNR à agência Lusa.

Além das estradas cortadas, inundações, quedas de árvores e acidentes rodoviários foram registados hoje e na quinta-feira em várias regiões do país devido à queda de neve, chuva e vento forte, segundo a proteção civil, PSP e GNR.

A neve começou a cair ao início da tarde nos concelhos mais a norte do distrito de Vila Real, o que levou as escolas a fecharem mais cedo em Montalegre e Boticas, para um regresso em segurança dos alunos a casa. As equipas da Proteção Civil estão no terreno a proceder à limpeza das vias e a espalhar sal-gema pelas estradas.

Já em Lisboa, os Sapadores de Bombeiros registaram muitos pedidos de auxílio na quinta-feira e madrugada de hoje devido a inundações e quedas de árvore por causa da chuva e vento forte. Contactada pela Lusa, a PSP de Lisboa adiantou ter registado a ocorrência de acidentes, tratando-se apenas de “pequenos toques e despistes, sem gravidade”.

Oito distritos em alerta laranja

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou quinta-feira oito distritos de Portugal continental sob 'Aviso Laranja' devido à queda de neve e de chuva.

Estão sob 'Aviso Laranja', o segundo mais grave de uma escala de quatro, os distritos de Bragança, Viseu, Porto, Guarda, Vila Real, Viana do Castelo, Castelo Branco e Braga.

Segundo o IPMA, aqueles distritos vão estar sob 'Aviso Laranja' até às 06:00 de hoje.

O 'Aviso Laranja' é emitido devido a uma situação meteorológica de risco moderado e elevado e é aconselhado às pessoas para se manterem ao corrente da evolução das condições meteorológicas e seguir as orientações da Autoridade Nacional da Proteção Civil.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.