“Continuamos a assistir a condições meteorológicas adversas, com vento forte, precipitação e agitação marítima. Desde as 00:00 de sexta-feira que temos registadas 773 ocorrências, sendo os distritos mais afetados Lisboa, Santarém, Castelo Branco e Setúbal”, disse à Lusa fonte do ANPC.

Segundo a mesma fonte, as principais ocorrências estão relacionadas com quedas de árvores, quedas de estruturas, limpeza de vias e inundações, existindo registo de seis pessoas desalojadas e dois feridos.

“Seis pessoas ficaram desalojadas devido a inundações, quatro em Oeiras e duas em Odivelas. Temos também registo de dois feridos ligeiros, um em Odivelas e um em Santarém, e duas pessoas que foram assistidas devido à queda de uma árvore em cima de um carro em Almada”, afirmou.

A ANPC refere ainda que o alerta subiu de amarelo para laranja devido a um aumento da agitação marítima em toda a costa, com ondas de cinco a sete metros, que podem chegar aos 12 metros.

“Temos 13 barras fechadas e sete condicionadas. Esta é uma situação que se vai manter e está previsto para domingo um agravamento da agitação marítima”, disse.

A ANPC refere ainda que existem avisos para uma possível queda de neve em Bragança, Guarda, Vila Real e Viseu.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.