"Podemos imaginar os americanos a submeter a sua democracia ao tipo de regime que temos na UE?", questionou. Para Johnson, o Reino Unido é um país "nascido da gloriosa recusa em aceitar o controlo estrangeiro".

O 'mayor' de Londres recordou que os Estados Unidos não aceitam nem mesmo que os seus cidadãos sejam sujeitos ao Tribunal Penal Internacional.

O jornal britânico The Independent afirmou que Obama deve viajar em abril ao Reino Unido para apoiar os adeptos da permanência do país na União Europeia.

A visita aconteceria dois meses antes do referendo de 23 de junho, no qual os britânicos vão votar a favor ou contra a permanência do Reino Unido na UE.

A viagem de Obama pode também incluir uma paragem na Alemanha, onde deve encontrar a chanceler Angela Merkel, e visitar a feira de tecnologia de Hannover.

Questionado pela AFP sobre uma possível visita de Obama, um porta-voz do primeiro-ministro David Cameron recusou-se a comentar, dizendo tratar-se de "especulação". Em fevereiro, Barack Obama reafirmou numa conversa telefónica com Cameron o apoio dos Estados Unidos à permanência do Reino Unido na UE.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.