Os cinco sentidos: visão, audição, paladar, olfato e tato. São eles que nos ligam os outros e às coisas; que nos permitem construir memórias e revivê-las. São também o mote para a nova campanha do MEO, marca de consumo da Altice Portugal.

Neste novo posicionamento e campanha, o MEO "desenvolve e materializa uma nova dimensão multissensorial enquanto premissa de uma maior envolvência e humanização da marca".

"Em perfeita sintonia com os valores e visão estratégica da marca, o MEO torna-se numa das primeiras marcas portuguesas a trabalhar a sua identidade multissensorial e a primeira a desenvolver uma identidade sonora binaural em 8D (efeito 360 e esférico)", refere a marca em comunicado.

O desenvolvimento da identidade olfativa, auditiva e gustativa teve como referência a personalidade da marca MEO e propõe-se "a despoletar um novo mundo de experiências e sensações em todos os que entram em contacto com a marca".

Esta experiência sensorial vai poder ser vivida nas lojas MEO, que vão passar a dispor da identidade olfativa com a fragrância, da identidade auditiva com o som, ambos criados por Lourenço Lucena, e da identidade gustativa através dos rebuçados do Chef Chakall e do café da Simpli Coffee criados exclusivamente para a marca MEO.

A música “HEYO", "uma composição criada e imaginada para servir de gatilho sensorial",  foi criada e produzida nos EUA, no 1908 SCORING STUDIOS em Bevery Hills, pelo compositor Sacha Chaban, no estúdio responsável pela banda sonora de diversos filmes de Hollywood como "Get Out" e "I.T". e séries como "S.W.A.T." e "The Whispers".

Com o slogan “Liga-te de novo. Liga-te à vida”, a campanha hoje apresentada quer "dar o mote para um momento que queremos que seja de recuperação do nosso País", de "reinvenção face aos novos desafios" , de "recuperação da ligação à família, aos amigos, ao trabalho, à música, ao desporto, aos sentidos" e de "redescoberta de tantas e outras sensações que dão o verdadeiro significado à palavra viver".

“O mundo passou-nos um briefing”

A campanha nasce de um desafio original. “O mundo passou-nos um briefing”, explicaram João Epifânio, da Altice Portugal e Tomás Froes, CEO da Partners, agência criativa que desenvolveu a campanha.

“A tecnologia tem um objetivo: melhorar a vida das pessoas”, começou por afirmar Alexandre Fonseca,  CEO da Altice Portugal, em conferência de imprensa.

“A importância e relevância da tecnologia que alterou a forma de estar, como trabalhamos, estudamos e os hábitos de consumo. Mudou as nossas vidas. E alterou a visão que tínhamos da tecnologia que afastavam os que estão próximos.  Agora, passou a ser a forma de aproximar os que estavam longe".

Alexandre Fonseca destacou ainda a importância do investimento que a empresa fez na Fibra Ótica, em especial em “zonas rurais e de baixa densidade populacional”, zonas que “continuaram a trabalhar e a estudar com redes de última geração”, salientou.

“A fibra óptica não chega a 100% mas estamos em 5.5 milhões de lares. Centenas de milhões de investimento em rede de fibra ótica, foi investimentos privado. No nosso pais, na promoção da igualdade da população”. Para se atingir os “100% será necessária uma nova fase, de investimento privado e público”, enfatizou.

(O SAPO24 é a marca de informação do Portal SAPO, detido pela MEO - Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A., propriedade da Altice Portugal)

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.