“Atualmente, dada a situação geral da pandemia, ela não se pode comprometer em participar pessoalmente [na cimeira]”, disse o seu gabinete, acrescentando que Angela Merkel continuará a monitorizar a situação do novo coronavírus.

Depois de ter cancelado a cimeira do G7, marcada para 11 e 12 de junho, em Camp David, o Presidente norte-americano disse há uma semana que estava a considerar organizar uma reunião de líderes, porque seria “um excelente sinal para todos” para um regresso ao normal durante a pandemia.

Imediatamente após o anúncio, a chanceler alemã admitiu que não ainda tinha decidido comparecer pessoalmente ou por videoconferência, mas hoje o seu escritório disse à agência DPA que a governante já tomou uma decisão.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 362 mil mortos e infetou mais de 5,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,4 milhões de doentes foram considerados curados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.