Numa nota enviada às redações, o metro refere que “já abriu o átrio sul da estação Anjos, na linha verde, que passa agora a estar dotado de melhores condições para os seus clientes”.

Segundo o Metro de Lisboa, esta “estação serve mensalmente cerca de 440.000 passageiros”.

Encerrado desde 17 de julho, este átrio regressa “aos horários habitualmente estabelecidos” – entre as 06:30 e as 01:00, todos os dias.

Enquanto o espaço esteve encerrado, os passageiros puderam utilizar o átrio norte daquela estação.

O Metropolitano justifica o encerramento desta zona com “obras de beneficiação e intervenções de refrescamento da estação que tinham um prazo estimado de 45 dias”.

Os trabalhos, que se enquadram “no plano de investimentos em curso desde 2017, com vista a modernizar a rede do Metro”, afetaram “pavimentos, tetos, superfícies vidradas e equipamentos diversos”.

No comunicado enviado às redações, o Metro lembra que a estação de Anjos foi inaugurada em 28 de setembro de 1966, “tendo-se mantido até à data na traça original, com arquitetura do Arquiteto Keil do Amaral e intervenção plástica de Maria Keil, à exceção das obras de ampliação do cais de dois para quatro, e de quatro para seis carruagens”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.