A escolha de Mike Manley (diretor executivo na marca Jeep) para CEO do grupo surgiu depois de uma reunião do conselho de administração da Fiat Chrysler, segundo a agência de notícias norte-americana Associated Press (AP).

Em comunicado, a Fiat Chrysler refere que o agravamento do estado de saúde de Marchionne o “impede de regressar” ao trabalho.

A Associated Press escreve que Marchionne foi levado para a Suíça, há cerca de três semanas, a fim de ser submetido a uma intervenção cirúrgica para resolver um problema no ombro.

Marchionne, um ítalo-canadiano, de 66 anos, ingressou na Fiat em 2004 e liderou a fusão entre a companhia sediada em Turim e a então falida norte-americana Chrysler. Mike Manley, de 54 anos, liderava a Jeep desde junho de 2009 e a marca Ram desde outubro de 2015.

O anúncio da escolha de Manley, feito no final de uma reunião do conselho de administração da Fiat Chrysler, assinalou o fim da era Marchionne, marcada pela reviravolta da falência da Fiat, pela aquisição da Chrysler e pelos desmembramentos da fabricante de máquinas pesadas e de camiões CNH e da Ferrari.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.