A receção vai começar por volta das 11:00, na zona das Portas de Mértola, onde membros do movimento vão estar vestidos de negro para "dar as boas-vindas" aos "Amigos da Coesão", que participarão na cimeira, na Pousada de São Francisco, e "tentar entregar um documento reivindicativo" ao primeiro-ministro, António Costa, explicou hoje à agência Lusa Florival Baiôa, do Beja Merece +.

Segundo Florival Baiôa, o movimento convida a população de Beja a vestir-se de negro e a juntar-se aos seus membros, por volta das 11:00, na zona das Portas de Mértola, para participar na receção de "boas-vindas" aos "Amigos da Coesão" e na eventual entrega do documento a António Costa.

O Beja Merece +, um movimento suprapartidário criado em 2011, "defende a coesão territorial" e está "contente" com a realização da Cimeira dos 'Amigos da Coesão' em Beja, disse, frisando que é "a primeira vez que a cidade recebe uma reunião de alto nível com líderes de vários países".

"No entanto, além da coesão a nível europeu, isto é, os países considerados mais pobres a solicitarem mais apoio dos mais ricos, há também internamente uma necessidade de tratar da coesão territorial [em Portugal]", mas "o Governo esquece há vários anos que o Baixo Alentejo existe", frisou Florival Baiôa.

Por isso, "parece que o Governo anda a gozar com Beja e o Baixo Alentejo com uma reunião destas [em Beja] quando é o primeiro a não fazer coesão territorial", lamentou, justificando assim a receção com população vestida de negro.

A requalificação do IP8 e/ou retoma e conclusão das obras da A26/IP8 entre Sines e Vila Verde de Ficalho passando por Beja, a eletrificação dos troços ferroviários Beja-Casa Branca e Beja-Funcheira da Linha do Alentejo, o total aproveitamento do aeroporto de Beja, a construção da segunda fase do hospital e melhores serviços de saúde são as necessidades "há muito" reivindicadas pela população do Baixo Alentejo e pelo movimento e que vão constar no documento, indicou.

Segundo Florival Baiôa, António Costa "lidera a única instituição portuguesa e europeia" - o Governo Português - à qual o Beja Merece + pediu para ser recebido e "não o recebeu".

Por outro lado, o Beja Merece + "duvida das ideias democráticas do Governo", porque "não cumpriu" os projetos de resolução aprovados pela Assembleia da República a recomendar ao executivo o avanço dos investimentos reivindicados pela população do Baixo Alentejo e pelo movimento.

"Com esta ausência de política de investimentos para o Baixo Alentejo, não temos esperança que o Governo, no atual e no próximo quadros de fundos comunitários, olhe para a região de outra maneira que não seja com o olhar de desprezo que tem tido", lamentou.

O primeiro-ministro, António Costa, convidou os líderes dos países "Amigos da Coesão" para uma cimeira, que vai decorrer no sábado, em Beja, e que visa reforçar a posição dos Estados-membros contra cortes na política de coesão no próximo orçamento plurianual da União Europeia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.