Em comunicado, a PJ descreve que a operação de localização ocorreu no cumprimento de um mandado de detenção internacional, emitido em novembro de 2023, pelas Autoridades Judiciárias do Brasil.

A mulher é suspeita de tráfico de estupefacientes. De acordo com a PJ, os factos ocorreram em setembro de 2013, numa cidade do estado de Rondónia, no Brasil.

A mulher foi detida no aeroporto quando se preparava para viajar para Madrid (Espanha), na posse de dois pacotes de cocaína alcaloide, pesando 4.138 gramas, que seriam importados da Bolívia.

Condenada já a uma pena de prisão de quatro anos e dois meses, tem por cumprir três anos e sete meses.

A suspeita foi presente ao Tribunal da Relação de Lisboa, que determinou que ficasse a aguardar o processo de extradição sujeita à medida de coação de apresentações quinzenais.

A PJ especifica que o estado requerente pode agora pedir ao Estado português o reconhecimento da sentença de condenação e a sua execução em Portugal.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.