"Na altura das matrículas, e precavendo um novo confinamento, foi feito um levantamento dos alunos carenciados que precisassem deste equipamento, para se preparar uma candidatura e adquirir os computadores. Foram identificadas 140 situações. Por falta de material, só foram entregues em dezembro 52 computadores, que agora foram distribuídos à escola”, explicou à Lusa o vice-presidente da autarquia de Torre de Moncorvo, no distrito de Bragança, Vitor Moreira.

De acordo com o responsável, a “primeira remessa de 52 computadores” aconteceu “dentro do prazo”, em dezembro e a autarquia aguardava “para entregar todo o material em simultâneo”, mas resolveu agora “avançar com esta distribuição", especificou.

De acordo com o autarca, a partir de dezembro “não foi entregue mais material por parte das operadoras, por falta de equipamentos.

Vítor Moreira indicou que os 140 computadores inicialmente contratualizados tinham características diferentes, mediante o grau ensino.

Dentro desta norma constavam 65 computadores para o 1º ciclo, 60 para o 2º e 3º ciclos e 15 para o ensino secundário e profissional.

A entrega dos computadores ao Agrupamento de Escola aconteceu na quinta-feira, "para assim colmatar as necessidades que venham a surgir no seio dos alunos mais carenciados do 1º ciclo".

"Ainda temos 88 computadores em falta e sem prazo previsto de entrega, assumida pelo fornecedor, e tivemos de fazer opções, devidos ao tempo de pandemia que vivemos e às necessidades que poderão surgir", explicou.

A autarquia adquiriu este material informático através de uma candidatura aprovada, ao abrigo de um programa aberto através da Comunidade Intermunicipal (CIM-DOURO), com uma comparticipação comunitária, sendo a comparticipação nacional assegurada pelo município de Torre de Moncorvo.

Por o diretor do Agrupamento de Escolas de Torre de Moncorvo, Luís Rei, com estes meios “é muito mais fácil, tanto para os professores como para os alunos, manterem o contacto e as aulas em permanência".

O responsável escolar lembrou que, durante o primeiro confinamento, em março de 2020, foi feito pela autarquia, Juntas de Freguesia e Agrupamento "um trabalho de distribuição de equipamentos”.

Por isso, indicou, com esta nova entrega, “todos os alunos do 1º ciclo ficam com computador para aceder às aulas em tempo real."

A Câmara de Torre de Moncorvo também disponibilizou, ao Agrupamento de Escolas, 30 computadores cedidos "gratuitamente" pela Associação "ENTRAJUDA".

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou na quinta-feira que, a partir de hoje, e por 15 dias, são encerradas as escolas e suspensas as atividades letivas de todos os níveis de ensino para tentar travar os contágios pelo novo coronavírus.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.092.736 mortos resultantes de mais de 97,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 9.686 pessoas dos 595.149 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.