No final da conferência de líderes e questionado pelos jornalistas se Barreiras Duarte — que hoje faltou a uma Comissão a que deveria presidir — não está debilitado nas suas funções Fernando Negrão respondeu: “Não me parece, o facto de ser arguido não debilita ninguém, uma vez que a qualidade de arguido é uma qualidade que até serve para defender a própria pessoa em tribunal”.

Questionado se o secretário-geral foi constituído arguido, já que até agora só é público que a Procuradoria Geral da República abriu um inquérito relacionado com o seu currículo académico, o líder parlamentar do PSD afirmou que não, nem considera existirem indícios para tal.

“Não, no caso não é arguido, mas tendo sido aberto um processo podendo evoluir para aí direi que isto faz parte do normal funcionamento das instituições”, afirmou Negrão, acrescentando que, na sua opinião, “não há indícios para tal”, mas remetendo a avaliação para o Ministério Público.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.