"Só espero não cair. Seria um terrível pesadelo" - Porta-bandeira da Dinamarca e tenista Caroline Wozniacki

"A dançar samba sou terrível, horrível. Não vou fazer" - Andy Murray, porta-bandeira e tenista da Grã-Bretanha

"Pintei o meu cabelo de verde e amarelo em honra da minha equipa. O meu amigo em Miami fez isto e levou três horas" - Corredora jamaicana Shelly-Ann Fraser-Pryce

"Estarei orgulhosa e não ficarei nervosa. Agora é o momento de pensar no desporto" - Rose Nathike Lokonyen, porta-bandeira da equipa de refugiados

"Acredito que ninguém caiu com a bandeira e não quero ser o primeiro" - Irlandês Patrick Barnes

"Os dois últimos meses certamente afetaram os atletas. Foi uma situação difícil. Estávamos preparados para o pior, toda a equipa russa poderia ser barrada, mas houve gente razoável e tomaram a decisão correta. É claro que há um problema de doping, mas os atletas limpos não deveriam sofrer isto" - Jogador russo de vólei Sergei Tetyukhin

"Estou muito nervosa e com as mãos suadas. Tenho esta tendência, mas vou controlar-me para que nada aconteça desta vez" - Porta-bandeira australiana e ciclista Anna Meares

"É um momento muito especial, principalmente para as gerações mais velhas no Kosovo. Sobrevivi a guerras, passei por tempos muito difíceis e o que está a acontecer hoje é um sonho para todo o povo de Kosovo" - Majilinda Kelmendi, porta-bandeira de Kosovo na primeira olimpíada do país

"Esta noite, a primeira equipa de refugiados da história - #TeamRefugees - também desfilará diante do mundo e provará que é possível ter sucesso, não importa onde seja" - Barack Obama, presidente dos Estados Unidos 

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.