O anterior balanço, divulgado na quarta-feira, era de 64 feridos, 20 dos quais em estado crítico.

Esta manhã, a polícia de Manchester, juntamente com a unidade de minas e armadilhas e o exército, estiveram em Linby Street, devido à existência de um pacote suspeito.

As autoridades informaram, através da conta do Twitter, que se tratou de um falso alarme e que a situação já se encontra normalizada.

Na segunda-feira, às 22:33 locais (mesma hora em Lisboa), Salman Abedi, um britânico de origem líbia de 22 anos, fez-se explodir perto de uma das saídas da Manchester Arena, onde estava a terminar um concerto a que assistiam muitas crianças e jovens.

Além do atacante, 22 pessoas morreram no atentado, reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.