"Uma das coisas que lamento é que o grau de polarização e o tom desagradável dos nossos políticos tenham aumentado em vez de diminuir nos últimos sete anos e meio (...) mas não vou aceitar a ideia de que a derrocada do Partido Republicano é consequência das minhas ações", disse Obama em conferência. "Os republicanos têm-me acusado de muitas coisas, mas não posso ser culpado por quem escolhem para as primárias do seu partido".

Obama reafirmou a sua disposição de manter o diálogo e disse que o crescimento de Trump tem outra origem. "Não fui eu que fiz perguntas sobre o meu local de nascimento, por exemplo (...). Todas estas coisas contribuíram para criar um ambiente no qual alguém como Donald Trump prospera". "Ele (Trump) está simplesmente a fazer o mesmo que (os republicanos) fizeram nos últimos sete anos e meio". 

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.