O número de casos “está a aumentar 22% por semana” em todo o continente, afirmou Matshidiso Moeti, diretora da OMS para África, numa conferência de imprensa virtual a partir da sede, na capital da República do Congo, Brazaville.

A responsável apelou a que sejam entregues ao continente mais vacinas: “África precisa destas doses aqui e agora para conter a terceira vaga”, disse.

“Quase 12 milhões de pessoas estão agora totalmente vacinadas, mas isto representa menos de 1% da população do continente”, afirmou a OMS numa declaração citada pela agência France-Presse (AFP).

A República Democrática do Congo (RDCongo), a Namíbia e o Uganda registaram o seu maior número de casos semanais desde o início da pandemia, sublinhou a OMS.

Segundo a organização, este aumento deve-se, em grande parte, ao clima sazonal mais frio na África Austral e à propagação de variantes mais contagiosas.

“A variante Delta [de origem indiana] foi assinalada em 14 países africanos e as variantes Beta e Alfa foram encontradas em mais de 25 países africanos”, de acordo com a declaração.

A OMS África também registou uma aceleração da vacinação no continente, com mais de 5 milhões de doses administradas nos últimos cinco dias, em comparação com uma média semanal de 3,5 milhões de doses nas últimas três semanas.

África regista um total de 136.030 óbitos associados à covid-19 e o número total de casos no continente é de 5.108.888, desde o início da pandemia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.