A epidemiologista Maria Van Kerkhove, líder técnica da resposta à covid-19 na OMS, disse hoje, em videoconferência de imprensa, que há estudos preliminares que apontam para um “aumento da transmissibilidade” e “redução da neutralização” desta variante, já detetada em Portugal.

“Por isso, classificámos como uma variante de preocupação ou de interesse a nível global”, afirmou a especialista, a partir da sede da OMS, em Genebra, na Suíça.

Maria Van Kerkhove adiantou que são necessários mais estudos epidemiológicos e de sequenciação genética da variante com origem na Índia, muito embora até ao momento “nada sugere que vacinas, tratamentos e diagnósticos não funcionem com esta variante”.

“As informações que temos indicam que as medidas de saúde pública funcionam”, acrescentou.

A pandemia da covid-19 provocou, pelo menos, 3.294.812 mortos no mundo, resultantes de mais de 158,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência noticiosa francesa AFP.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.