No início de setembro, o organismo antifraude da UE, em coordenação com a polícia de fronteiras romena apreendeu cinco milhões de cigarros contrabandeados da marca Toros, que estavam a bordo de barcos que navegavam com bandeira eslovena no mar Negro.

Na operação foram detidas quatro pessoas, disse o OLAF em comunicado.

Em agosto, no porto do Pireu, em Atenas, o serviço aduaneiro grego, com a ajuda do OLAF, confiscou seis milhões de charutos da marca Royal, que tinham sido exportados ilegalmente para a Ásia, e que iam a caminho de serem introduzidos na Grécia novamente através de contrabando.

O organismo antifraude colaborou também com as autoridades espanholas em várias operações para evitar o contrabando por avião, uma delas no aeroporto de Maiorca (ilhas Baleares).

No total, 300.000 cigarros foram confiscados nesta operação e noutras separadas que se realizaram nos aeroportos de Veneza (Itália), Lisboa (Portugal) e Dusseldorf (Alemanha).

“A excelente colaboração com os Estados-membros e outros parceiros internacionais foi um elemento chave para o êxito destas operações”, disse o OLAF em comunicado.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.