Na missa que celebra diariamente na capela da sua residência, a Casa Santa Marta do Vaticano, e por ocasião do domingo do Bom Pastor, Francisco lembrou os “muitos pastores do mundo, que dão a vida pelos fiéis”.

“Também nesta pandemia, mais de 100 {pastores] morreram aqui na Itália", lamentou o sumo pontífice, citado pela agência de notícias espanhola Efe.

Mas, salientou: “Eu também penso em outros pastores que se preocupam com o bem das pessoas, os médicos".

"Fala-se dos médicos, do que eles fazem, mas também devemos estar cientes de que só em Itália morreram 154 médicos em serviço", assinalou Francisco. “Que exemplo destes pastores sacerdotes e pastores médicos nos ajude a cuidar do santo povo de Deus", desejou.

Durante a homília, o Papa Francisco apontou ainda que "na história da Igreja, houve muitos falsos pastores que se aproveitaram e exploraram o rebanho".

"Não lhes interessava o rebanho. Só estavam interessados ​​em fazer carreira, política, dinheiro", criticou.

Mas, enfatizou, "o rebanho sabe distinguir entre os pastores, não se engana. O rebanho confia no bom pastor. O estilo de Jesus deve ser o estilo do pastor, não há outro caminho".

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 241 mil mortos e infetou cerca de 3,4 milhões de pessoas em 195 países e territórios do mundo.

Mais de um milhão de doentes foram considerados curados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.