"Parabéns Caro Professor, as maiores felicidades Senhor Presidente da República", escreveu António Costa na rede social Twitter pelas 07:33.

Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito para Presidente da República a 24 de janeiro de 2016, à primeira volta, com 52% dos votos, e tomou posse a 09 de março.

Enfrentando um quadro de bipolarização resultante das legislativas, o antigo presidente do PSD defendeu, desde o início do mantado enquanto PR, que o Governo minoritário do PS, suportado por acordos à esquerda no parlamento, deve cumprir o seu mandato e tem sido, no essencial, convergente com o executivo chefiado por António Costa.

A sua relação com o PSD liderado por Pedro Passos Coelho tem registado, por isso, alguma tensão. Demarcou-se da ideia de que faltava legitimidade ao atual Governo e do discurso negativo da oposição sobre a trajetória das contas públicas, embora com reparos sobre a necessidade de captação de investimento e de crescimento económico.

Apesar de vir da mesma área política, Marcelo Rebelo de Sousa distinguiu-se do seu antecessor, Aníbal Cavaco Silva, no contacto próximo e informal com os cidadãos e na agenda intensa e presença mediática constante.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.