"A maioria da população não votou no PSD, a esmagadora maioria da população não votou no PSD e é por isso que não desisto da mudança desta terra, não desisto de mudar a Madeira". Foi com esta frase que Paulo Cafôfo antecedeu a declaração de intenção, como lhe chamou, com que marcou a agenda política para os próximos dias: "o PS está disponível para liderar uma base de entendimento com os partidos da oposição para formar governo na Madeira porque somos de causas"

"Fica aqui o desafio a todos os partidos", afirmou o candidato socialista, sublinhando "todos". "O desafio é este: criar uma base de entendimento e podermos concretizar a mudança".

Cafôfo afirmou que pretende "uma solução de consenso que garanta a estabilidade governativa"."É nisto que acreditamos e que vamos continuar a lutar. Por isso, a luta não acaba aqui, a luta continua".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.