No sábado, às 17:30, em Castanheira de Pera, Marcelo Rebelo de Sousa estará na apresentação do projeto "Pinhal de Futuro", que faz o acompanhamento psicológico de crianças e adolescentes dos 06 aos 18 anos, afetados pelos incêndios de 2017 na região.

Na ocasião, serão apresentados os primeiros resultados do rastreio e acompanhamento psicológico realizado no âmbito do projeto, que envolve 2.557 alunos dos concelhos de Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos, Castanheira de Pera, Sertã, Pampilhosa da Serra e Góis.

O projeto "Pinhal de Futuro" é promovido pelo fundo de apoio gerido pela Fundação Calouste Gulbenkian e está a ser desenvolvido, em contexto escolar, pela Associação Empresários Pela Inclusão Social (EPIS), em parceria metodológica com o Centro de Investigação em Neuropsicologia e Intervenção Cognitivo-Comportamental (CINEICC), da Universidade de Coimbra.

Às 20:00, também em Castanheira de Pera, na Praia das Rocas, o chefe de Estado preside à sessão solene de abertura oficial do 1.º Festival Literário Internacional do Interior (FLII).

O festival decorre em 11 concelhos da região - Pedrógão Grande, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Pampilhosa da Serra, Sertã, Penela, Lousã, Miranda do Corvo, Arganil, Oliveira do Hospital e Tábua - e tem como tema "Palavras de Fogo, em homenagem às vítimas dos incêndios florestais.

Ainda no sábado começa em Pedrógão Pequeno, no concelho da Sertã, o XI Congresso Nacional de Queimados, iniciativa que assinala o incêndio ocorrido há um ano em Pedrógão Grande, que provocou 66 mortos e mais de 250 feridos, e que pretende debater a reinserção e futuro das vítimas queimadas.

No mesmo dia, na aldeia de Figueira, freguesia de Vila Facaia, concelho de Pedrógão Grande, é apresentado, às 11:45, o projeto "Sorrisos de Porta em Porta - Região Centro", que visa promover e melhorar a saúde oral de cerca de 1.500 idosos da região Centro, designadamente em sete municípios afetados pelos incêndios florestais de 2017.

Promovido pela associação Mundo a Sorrir, em colaboração com a Fundação Calouste Gulbenkian e docentes e estudantes do Mestrado Integrado em Medicina Dentária da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), o projeto integra 30 voluntários.

Também no sábado, em Pedrógão Grande, às 16:00, nas instalações da Escola Tecnológica e Profissional da Zona do Pinhal, é apresentado o livro "Portugal em Chamas - Como Resgatar a Floresta", da autoria de João Camargo, investigador em alterações climáticas e Paulo Pimenta de Castro, engenheiro silvicultor.

No domingo, 17 de junho, data em que passa um ano sobre o incêndio que eclodiu em Pedrógão Grande, Marcelo Rebelo de Sousa deverá marcar presença, com vários membros do Governo e outras personalidades, a partir das 10:00, num debate alargado incluído na programação do segundo e último dia do XI Congresso Nacional de Queimados, iniciativa bienal que se realiza desde 1997 e que se constitui como um "ponto de encontro de todos os profissionais e doentes ligados à temática".

Às 12:00, na igreja matriz de Pedrógão Grande, o Presidente da República deve juntar-se ao primeiro-ministro, António Costa, numa missa "em honra e memória das vítimas dos incêndios" celebrada pelo bispo de Coimbra, Virgílio Antunes, anunciam, numa informação à população, os presidentes das autarquias de Castanheira de Pera, Pedrógão Grande e Figueiró dos Vinhos.

Na sequência dessa informação, a autarquia de Castanheira de Pera publicou um edital em que disponibiliza transporte, mediante inscrição prévia, "a todos os munícipes do concelho que estejam interessados em participar na referida missa e não tenham condições de se deslocar por meios próprios".

Às 14:30, está agendada, também como a anunciada presença do Presidente da República, a inauguração de um monumento na aldeia de Nodeirinho em honra às pessoas da povoação que se salvaram, refugiadas no tanque de uma fonte.

A obra, da autoria do artista local João Viola, foi executada por voluntários e com donativos, e recorda também os 11 habitantes de Nodeirinho que morreram no incêndio.

Uma hora depois, no mesmo local, decorre a iniciativa "Palavras Contra as Chamas", uma leitura simultânea, em Portugal e Itália, do conto do escritor francês Jean Giono "O Homem que Plantava Árvores" em evocação dos incêndios de 2017 nos dois países.

Os promotores recordam que também diversos locais de Valle de Susa, em Itália, foram dizimados por um incêndio "afortunadamente sem vítimas" em outubro de 2017. Em Nodeirinho e em diversos locais do Valle de Susa, o conto será lido por atores e cidadãos voluntários, adiantam.

As homenagens incluem ainda, às 16:30, na sede da Associação das Vítimas do Incêndio de Pedrógão Grande (AVIPG), na aldeia de Figueira, uma cerimónia privada em memória dos que desapareceram no incêndio, com a presença do Presidente da República.

Outras iniciativas agendadas para domingo, 17 de junho, incluem uma missa em memória das vítimas e uma homenagem pública na igreja paroquial de Vila Facaia, a partir das 10:00.

Antes, ao início da manhã, em Castanheira de Pera, promovida pelos bombeiros voluntários locais e Sport Castanheira de Pera e Benfica, com o apoio da Associação Distrital de Atletismo de Leiria, decorre uma caminhada e corrida em memória das vítimas do incêndio, com um percurso de 7,7 quilómetros.

Às 17:00, também em Castanheira de Pera, na avenida São Domingos, é inaugurado um monumento de homenagem ao bombeiro.

Na manhã de domingo, também a população da aldeia de xisto de Ferraria de São João, concelho de Penela, assinala a data, a partir das 10:00, com plantação de árvores em honra das vítimas dos incêndio, missa, visita à Zona de Proteção de Aldeia - a floresta de espécies autóctones criada ao longo do último ano para proteger, no futuro, a povoação das chamas - e um piquenique partilhado.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.