De acordo com informação disponibilizada pelo Santuário de Fátima, há já registo de 119 grupos.

Contudo, estes números ainda estão longe do verificado antes da pandemia. Fonte do Santuário recorda ao SAPO24 que em maio de 2019 registaram-se mais de 300 grupos no recinto.

Um balanço anterior dava conta, até às 13h30 desta quinta-feira, de 114 grupos. Destes, 62 eram oriundos de Portugal, 4 da Alemanha, 2 da Áustria, 4 do Brasil, 2 de Cabo Verde, 1 do Canadá, 1 da Croácia, 1 de El Salvador, 1 da Eslováquia, 4 de Espanha, 6 dos EUA, 1 das Filipinas, 4 de França, 2 de Gibraltar, 1 da Irlanda, 12 de Itália, 1 da Letónia, 1 de Malta, 2 do México, 2 da Polónia, 1 da República Dominicana, 1 da Suíça e 1 do Vietname.

Santuário de Fátima volta a receber peregrinos sem restrições. Como vai ser este 13 de maio?
Santuário de Fátima volta a receber peregrinos sem restrições. Como vai ser este 13 de maio?
Ver artigo

As autoridades têm vindo a referir que esperam também uma afluência “próxima da habitual em anos pré-pandemia”, embora no que respeita ao número de peregrinos a pé esta peregrinação ainda fique aquém dos números de 2019.

O arcebispo Edgar Peña Parra, substituto da Secretaria de Estado do Vaticano, preside à peregrinação de 12 e 13 de maio a Fátima.

Esta peregrinação “marca o regresso de uma série de iniciativas próprias das peregrinações de verão, como o acolhimento dos doentes e dos peregrinos a pé”, informou o Santuário, explicando que, “nos últimos dois anos, devido à pandemia, não foi possível oferecer estes dois serviços por razões sanitárias, mas, este ano, mantendo alguma prudência como o uso da máscara no posto de socorros e no lava-pés, o Santuário e o seu grupo de voluntários acolherão estes grupos de peregrinos”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.