Em comunicado esta segunda-feira divulgado, a PJ refere que o detido tinha na sua posse uma “elevada quantidade de cocaína que transportou desde um país da América Latina para Lisboa dissimulada em bolsas de senhora”.

Caso a quantidade de cocaína apreendida chegasse aos circuitos ilícitos de distribuição seria suficiente para a composição de pelo menos 33 mil doses individuais.

O arguido, por decisão judicial, ficou em prisão preventiva.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.