Os detidos têm 25 e 50 anos de idade, residem no Grande Porto e no Vale do Sousa, e são hoje presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

Segundo um comunicado da PJ, a operação foi realizada com a colaboração de militares da GNR e encerrou "uma fase de investigação de uma rede organizada que se dedicaria ao exercício ilícito de segurança privada, no âmbito da qual praticavam outros ilícitos, como extorsão, ofensas à integridade física e posse de armas proibidas".

"Além do cumprimento de vários mandados de detenção, foram fiscalizados cinco estabelecimentos e efetuadas diversas buscas domiciliárias, em estabelecimento e viaturas, no âmbito das quais vieram a ser detidos mais cinco suspeitos entre seguranças ilegais e proprietários dos estabelecimentos que os contrataram", lê-se ainda no comunicado da PJ.

Na operação foi aprendido material ilícito que estava na posse dos detidos, nomeadamente armas de defesa, munições e cerca de dois mil euros em numerário.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.