Elton John, de 72 anos, esforçou-se para cantar, mas acabou por ter de sair de palco durante um espetáculo no estádio Mount Smart. Depois de ser examinado por um médico, o artista ainda tentou continuar por mais duas canções, mas acabou por interromper a apresentação, a meio do concerto.

"Não posso cantar. Perdi completamente a voz", disse, rouco, aos fãs. "Tenho de ir. Sinto muito", completou.

As autoridades de saúde de todo o mundo estão em alerta máximo pelo novo coronavírus, que infectou mais de 70.000 pessoas e matou 1.770 na China continental. Até o momento, a Nova Zelândia não registou casos da epidemia.

"Fui diagnosticado com uma pneumonia atípica hoje mais cedo, mas estava determinado a fazer o melhor concerto humanamente possível", escreveu Elton John, mais tarde, no Twitter

"Toquei e cantei com todo o meu coração, até que a minha voz não conseguiu mais. Estou dececionado, profundamente chateado e sinto muito. Dei tudo o que tinha".

A pneumonia atípica provoca infecções leves do sistema respiratório, de acordo com o Centro para o Controle de Doenças dos Estados Unidos.

Os sintomas incluem cansaço, dor de garganta, febre e tosse. Em alguns casos pode provocar uma pneumonia mais grave, uma infeção pulmonar.

A primeira-ministra da Nova Zelândia Jacinda Ardern disse se encontrou com o cantor antes do concerto de domingo e que "dava para perceber que não estava a sentir-se bem".

"O facto de ele ter passado aproximadamente duas horas no palco com uma performance gigantesca foi incrível e muito generoso", declarou.

Elton John está na Nova Zelândia como parte da  tourné mundial "Farewell Yellow Brick Road", que começou em 2018 e dever terminar em 2020 em Londres.

A digressão é considerada a última hipótese de ver o cantor no palco antes de se retirar.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.