A polícia lançou uma investigação a um alegado crime de tráfico de seres humanos depois de ter recebido a informação sobre o anúncio, que surgiu 'online' na terça-feira.

A bebé, de 40 dias, foi entregue aos serviços de proteção de menores, informou a polícia de Duisburg (oeste), em comunicado.

De acordo com a investigação preliminar, o anúncio foi colocado através da ligação de acesso à Internet do casal, que a polícia só identificou como "refugiados".

A polícia acrescentou que a mesma ligação de acesso à Internet era usada por outros familiares, sublinhando que a investigação está ainda a decorrer.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.