Ainda não há mais pormenores sobre a identidade deste suspeito, de acordo com as agências de notícias internacionais.

Esta manhã, o chefe da polícia de Berlim, Klaus Kandt, admitiu “existirem dúvidas” sobre o envolvimento do detido suspeito de ter perpetrado o atentado contra um mercado de Natal.

De acordo com o diário Die Welt, que cita fontes da investigação, a polícia já sabe que o detido, um refugiado paquistanês, não é o condutor do camião que invadiu o mercado e acredita que o autor do ataque pode estar armado e em liberdade.

Pelo menos 12 pessoas morreram e 48 ficaram feridas quando um camião investiu, na segunda-feira à noite, contra um mercado de Natal no centro de Berlim.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.