Na rede social Twitter, a polícia de Manchester divulgou duas imagens, retiradas de câmaras de vigilância, de Salman Abedi, suspeito de ter cometido o atentado na Manchester Arena, durante o concerto da artista norte-americana Ariana Grande, na passada segunda-feira.

No comunicado as autoridades apelam aos relatos das demais testemunhas de forma a que se possa reconstituir os passos de Salman Abedi naquela trágica noite.

Este sábado a primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou a descida do nível de alerta terrorista no país, de “crítico” para “severo”.

Reivindicado pelos extremistas do Estado Islâmico, o atentado de segunda-feira, registado no final de um concerto de Ariana Grande, matou 22 pessoas e feriu dezenas de outras.

O autor, que também morreu, era um britânico de origem líbia de 22 anos, nascido em Manchester.

A polícia fez já 13 detenções no âmbito desta investigação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.