A mesma fonte indicou que a PJ foi chamada e já está no terreno a investigar as causas do acidente, limitando-se a adiantar que o desastre envolveu um veículo ligeiro de mercadorias.

O despiste, para o qual foi dado o alerta às 05:10, ocorreu na Estrada Regional 381, junto à barragem da Vigia, segundo uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora.

As três vítimas mortais do acidente têm idades compreendidas entre os 20 e os 30 anos, disse à Lusa fonte da GNR.

Contactado pela Lusa, o presidente da Câmara de Redondo, António Recto, disse ter a informação de que as vítimas mortais e os feridos são todos oriundos dos concelhos vizinhos de Reguengos de Monsaraz e de Évora.

O autarca referiu que, às 12:30, mais de sete horas após o acidente, a estrada continuava cortada ao trânsito para facilitar o trabalho de investigação das autoridades policiais.

De acordo com o também responsável pela proteção civil municipal, o acidente ocorreu “à entrada” de uma das duas pontes, a maior, que estão sobre a barragem da Vigia.

As operações de socorro mobilizaram 35 operacionais, apoiados por 17 viaturas, dos bombeiros voluntários de Redondo e de Reguengos de Monsaraz, da GNR e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), além de elementos da PJ.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.