“Na madrugada de hoje, dia 25 de setembro, foram resgatados mais 35 migrantes, sendo 30 do Afeganistão, dois do Irão, dois da República Dominicana e um do Gana, entre os quais 10 crianças e 11 mulheres. Nos dias 17, 18 e 19 de setembro foram igualmente resgatados outros três botes, com mais 88 migrantes”, precisou a Polícia Marítima.

Segundo a Polícia Marítima, o bote onde viajavam os migrantes foi detetado por radar e todos foram resgatados em segurança, tendo seguido para o porto de Skala e sido entregues às autoridades gregas.

“Em missão desde o dia 1 de maio de 2017, integrada na missão POSEIDON 2017, sob égide da agência europeia FRONTEX, a Polícia Marítima já efetuou 751 horas de navegação e apoiou e resgatou 661 migrantes que continuam a arriscar a própria vida para entrar na Europa através do Mar Egeu, entre a Costa da Turquia e da Grécia”, refere o comunicado da Polícia Marítima.

A missão de apoio à guarda-costeira grega tem por objetivo controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da União Europeia, no combate ao crime transfronteiriço, no âmbito das funções de guarda-costeira europeia, acrescenta-se no comunicado.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.